Bridgerton | Protagonista da série se abre sobre ser gay e não poder falar sobre isso abertamente; Confira os detalhes!

BridgertonSem categoriaSéries
1K

A famosa série Bridgerton é uma das mais novas apostas da plataforma de streaming Netflix, que estreou no final de dezembro de 2020 e já tem conquistado um número enorme de fãs e admiradores por toda a parte. Essa trama, que está exibindo a sua primeira temporada e já conta com oito episódios, tem sido bastante comentada e elogiada em todas as redes sociais.

(Reprodução)Turno Zero

Itérprete de Anthony Bridgerton, o ator Jonathan Bailey, que atualmente tem trinta e dois anos, contou que lhe disseram para ocultar ser gay, com intuito de ganhar mais papéis na TV. Sendo ele um dos atores mais relevantes do atual seriado e irmão com mais idade da mocinha da trama, vivida pela atriz Phoebe Dyvenor, talvez este detalhe de sua vida pessoal pudesse ser algum tipo de empecilho, principalmente, para as mentes mais conservadoras.

O artista conta, ainda, que para não que fosse prejudicado e não perdesse chances futuramente de atuar, não poderia expressar sua sexualidade, como vemos em sua conversa com a Attitude, uma revista sobre celebridades:

“As conversas mais conservadoras que tive sobre ser honesto a respeito da minha sexualidade vieram de outros gays da indústria : ‘Oh, não, você não pode se assumir! Você realmente não deveria fazer isso! Se fizer isso, muitas coisa ruins podem acontecer”,

Ele também citou que outros intérpretes gays não são sempre chamados para atuações de destaque em Hollywood, berço das maiores atrações do cinema e da TV mundiais:

“Eu penso que não deveria importar o personagem que as pessoas interpretam, mas é claro que a uma narrativa que é muito clara, que homens abertamente gays não estão interpretando os papéis principais”

Além disso, Bailey acredita que a escassez de gays no cenário de protagonistas em produções renomadas possa ser, justamente, devido a toda força, amadurecimento e resiliência que esses profissionais acabam conquistando a partir do momento em que percebem que sempre haverá mais um obstáculo para enfrentarem e tranporem, durante toda a sua vida e, talvez, isso possa assustar algumas pessoas, sem contar que essa é exatamente a luta das personagens femininas de Bridgerton!

(Reprodução) CINEBOOOM

Leia + Bridgerton | Conheça todas as canções modernas tocadas na série de formas clássicas

Jonathan Bailey ainda debate sobre a necessidade de haver mais representação para os gays porque, no conceito dele, as funções de personagens homossexuais poderiam ser feitas por artistas gays, sem que houvesse a necessidade de um ator ou atriz héteros fazerem tais papéis, como acontece na maioria das vezes! Ele também acredita que o melhor seria que os homossexuais pudessem retratar outros de mesma opção sexual, sem nenhuma discriminação.

Fonte: Diário do Nordeste

Tags: ,

Talvez você também goste

Infelizmente a 6ª Temporada de Peaky Blinders será a última!
Quiz Supernatural: Você sabe tudo sobre a 1ª temporada da série? Descubra!

Autor

Menu